Alimentação e Gota

Alimentação e Gota: como cuidar e prevenir

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

A tendência a desenvolver gota é fortemente relacionada à hereditariedade, mas pode ser reduzida com cuidados nos hábitos alimentares daqueles que sabem que correm o risco: em particular os homens acima do peso que têm parentes próximos com gota. Dor nas articulações e inchaços são causados quando há ácido úrico em excesso, um resíduo da urina encontrado principalmente em alimentos ricos em proteínas. O ácido forma cristais que são depositados nas articulações, rins e outros tecidos. A maioria das pessoas que têm o problema produz mais ácido úrico e um número menor não pode utilizar o ácido úrico normalmente.

– Perca peso, se necessário, mas aos poucos, pois emagrecer rápido demais pode causar uma crise.
– Evite álcool, que aumenta a produção de ácido úrico.
– Tente não ingerir diuréticos, que aumentam o nível de ácido úrico no sangue.
– Evite alimentos ricos em purinas: frutos do mar, rins, aves, fermento e, até certo ponto, aspargo, espinafre, couve-flor, cogumelo e ervilha.

ALIMENTOS ÚTEIS

• A cereja vermelha, preta, fresca ou enlatada tem aliviado os sintomas da gota em vários casos, quando ingeridos pelo menos 15 gramas por dia.

Posts interessantes

Autor

André Vidal

André Vidal é fisioterapeuta, formado pela Universidade Gama Filho. É especializado em Osteopatia pela Escuela de Osteopatia de Madrid e em outras técnicas.

Nenhum Comentário

Publicar Comentário

CAPTCHA


A Vidal é uma empresa jovem que nasceu com um conceito inovador, tendo como objetivo promover um atendimento diferenciado e personalizado aos seus clientes.