Post 3a

CAMPEÕES DE APROVEITAMENTO

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

ABÓBORA

Ocupa o primeiro lugar nesta lista sua casca é rica em fibras, potássio, betacaroteno, luteína e zeaxantina (importantes para a visão) e vitaminas A e C (potentes antioxidantes). Trata-se de um alimento bastante versátil que combina tanto com doces como com salgados. As sementes são fonte de betacaroteno, ômega 3 e minerais como o zinco, manganês, magnésio, fósforo, ferro e cobre. Fornecem proteína e os aminoácidos triptofano (precursor de serotonina, o neurotransmissor do bem-estar) e arginina (responsável pelo crescimento muscular), e mais fitosteróis que regula o colesterol e protege a próstata, além de atuar como vermífugo.

Modo de usar: Você pode secar e tostar a sementes em forno baixo e consumi-las como petisco. Ou então moê-las como farinha e adicioná-las a sucos.

 

BATATA

A casca é rica em minerais, vitamina e, fibras e fica bem macia, conferindo uma textura crocante nas versões frita, assada ou cozida.

Modo de usar: Frite somente as cascas bem lavadas, e sirva como aperitivo. Cozidas em água e sal, e peneiradas, formam um caldo rico em nutrientes que pode servir de base para sopas.

 

BETERRABA

Suas folhas e talos, além de serem macios e deliciosos, são excelente fonte de vitaminas A e K, betacaroteno, luteína, clorofila, cálcio, magnésio, potássio e ácido fólico.

Modo de usar: Podem ser refogados e usados em sopas caldos, ou até mesmo no tempero do feijão.

 

CASCAS DE FRUTAS

Com cascas de goiaba e abacaxi é possível fazer doces e geleias. Batendo-as no liquidificador, dão origem a sucos que são bons substitutos para os ingredientes líquidos no preparo de bolos. A casca de banana é ótima para farofas. Experimente também fazê-la à milanesa, fica uma delícia! Sementes de melão, melancia, mamão, entre outras, podem ser torradas e salgadas, tornando-se saudáveis aperitivos.

 

CENOURA

A casca é muito mais rica em vitamina A e betacaroteno do que a polpa. As folhas, raramente aproveitadas, são riquíssimas em vitamina C, carotenoides, luteína e zeaxantina (que ajudam na prevenção da degeneração macular senil, a maior causa de cegueira em idosos), cálcio (essencial para dentes e ossos fortes) e ácido fólico.

Modo de usar: A casca é indicada para refogados, sopas, omeletes e suflês. As folhas podem ser aproveitadas para fazer bolinhos, sopas ou saladas.

 

COUVE-FLOR

As folhas externas são fonte de vitaminas C, K e A. ácido fólico, e minerais como cálcio, potássio, magnésio e fósforo. Modo de usar: Pode ser refogada, usada em recheios de panquecas ou acrescentada nos sucos. Os talos devem ser aproveitados em refogados, no feijão e na sopa.

 

FOLHAS VERDE-ESCURAS

São importantes fontes de ferro, cálcio e magnésio. Além das folhas da beterraba, as de brócolis, couve-flor e repolho, são ótimas para combater, por exemplo, a osteoporose.

 

KIWI

A casca, sempre desprezada, é rica em compostos fenólicos, bioflavanoides e vitamina C. Por ser fonte de fibra insolúvel, tem propriedade laxativa e melhora a função intestinal.

Modo de usar: Pode ser consumida junto com a fruta ou no preparo de sucos.

 

MAMÃO

A casca é muito rica em betacaroteno e na enzima papaína, com ação digestiva e anti-inflamatória.

Modo de usar: Pode ser consumida em sucos, no preparo de bolos e ensopados. As sementes favorecem o funcionamento do intestino e ficam ótimas quando misturadas ao iogurte ou acrescentadas nas saladas.

 

SALSINHA

Tem vitamina C, cálcio e fósforo.

Modo de usar: Aproveite melhor esse vegetal picando o talo junto com as folhas.

Posts interessantes

Autor

André Vidal

André Vidal é fisioterapeuta, formado pela Universidade Gama Filho. É especializado em Osteopatia pela Escuela de Osteopatia de Madrid e em outras técnicas.

Nenhum Comentário

Publicar Comentário

CAPTCHA


A Vidal é uma empresa jovem que nasceu com um conceito inovador, tendo como objetivo promover um atendimento diferenciado e personalizado aos seus clientes.