Post 1a

Selvagem ou em cativeiro?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Há uma grande controvérsia sobre a quantidade de ômega-3 encontrada nos peixes criados em cativeiro com relação àqueles em seu estado selvagem. Veja as diferenças:

  • O salmão de águas marinhas frias contém esse ácido graxo porque se alimenta de fitoplâncton, conjunto de organismos aquáticos composto por algas microscópicas unicelulares, as verdadeiras fontes de ômega-3.
  • Já a quantidade de ômega-3 encontrada nos animais de cativeiro depende do peixe ser alimentado pelo seu criador com óleo de peixe selvagem ou outra fonte de ômega-3. Isso não garante que o animal doméstico tenha, de fato, um conteúdo adequado dessa gordura.

Alternativa: adicione outros peixes ricos em ômega-3 na alimentação (anchova, linguado, bacalhau, truta, arenque, cavala, atum e sardinha), assim como as fontes vegetais dessa gordura saudável, entre elas, as nozes e a linhaça.

Posts interessantes

Autor

André Vidal

André Vidal é fisioterapeuta, formado pela Universidade Gama Filho. É especializado em Osteopatia pela Escuela de Osteopatia de Madrid e em outras técnicas.

Nenhum Comentário

Publicar Comentário

CAPTCHA


A Vidal é uma empresa jovem que nasceu com um conceito inovador, tendo como objetivo promover um atendimento diferenciado e personalizado aos seus clientes.