post-2a

Vitamina B

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

B1 (VITAMINA): também conhecida como tiamina, o nutriente facilita a absorção dos glicídios (principalmente no cérebro) e atua no metabolismo energético dos açúcares. Entre os principais benefícios estão a redução do apetite e do cansaço e o combate à taquicardia. Também atua contra a debilidade muscular e a fraqueza. Pode ser ingerida através do frango, batata-doce, banana, cereais integrais, arroz, leite, carnes, nozes e gema de ovo.

B2 (VITAMINA): também chamada de riboflavina, favorece o crescimento, atua na formação das células vermelhas do sangue e na integridade da pele, das mucosas e da visão. O composto favorece o crescimento e a reprodução, mantém pele, unhas e cabelos saudáveis, auxilia na cicatrização, beneficia a visão e alivia o cansaço dos olhos. Sua falta no organismo pode ocasionar males como as inflamações da língua, rachaduras nos cantos da boca, lábios avermelhadas, anemia e neuropatias. Leite e seus derivados, banana, lentilha, cenoura, frango, carnes, cereais integrais e ovos são fontes desta vitamina.

B3 (VITAMINA): niacina é outra denominação deste nutriente. É importante para a produção de energia nas reações celulares. Entre os benefícios destacam-se o combate a males como insônia, dor de cabeça, dermatite, diarréia e depressão. Também protege o fígado e regula a taxa de colesterol no sangue. Seu excesso (mais do que 19 mg para homens e 15 mg para mulheres) pode causar formigamento na pele, mas é rapidamente excretado pela urina. Sintomas como pelagra (doença caracterizada por dermatite, demência, diarréia) tremores, língua amarga, fraqueza muscular, diminuição do apetite, indigestão, insônia e fadiga são observados em casos de carência desta vitamina. É encontrada na ervilha, amendoim, fava, feijão, peixe, carnes magras e no levedo de cerveja.

B6 (VITAMINA): também chamada de piridoxina, a B6 interfere no metabolismo das proteínas, gorduras e triptofano (aminoácido precursor da serotonina, hormônio do humor). Também estimula as funções defensivas das células, regula a pressão arterial e a cardíaca e forma tecidos conectivos (colágeno e elastina). Outro benefício desta vitamina é o combate à seborréia, à anemia e aos distúrbios de crescimento. Tal nutriente tem baixa toxicidade aguda, mas doses de 200 mg/dia podem provocar intoxicações neurológicas, surgindo sintomas como formigamentos nas mãos e diminuição da audição. Sua carência é percebida por sintomas como o cansaço, vertigens, irritabilidade, convulsões, lesões na pele, sonolência, depressão e pela perda de apetite. Carne, cereais, frango, grãos, banana, melão, ovo, repolho e batata-doce são fontes de vitamina B6.

B7 (VITAMINA): conhecida também como inositol é essencial no metabolismo dos ácidos graxos e dos carboidratos e na síntese dos ácidos nucléicos. Além disso, neutraliza o colesterol, atua na quebra de proteínas e de gorduras e ajuda no trabalho de outras vitaminas do complexo B. Tem função preventiva no tratamento da calvície e importante papel no crescimento do cabelo. É útil para aliviar a eczema e a dermatite e para manter o sistema circulatório e a pele saudável. E mais: é um calmante natural para casos de esquizofrenia e distúrbios do sono. Pode ser ingerida através do gérmen de trigo, soja, alfafa geminada, nozes, melão e iogurte.

B8 (VITAMINA): ou biotina, é necessária para o metabolismo das gorduras e dos hidratos de carbono. É útil no tratamento da acne e na prevenção da calvície. Sua carência causa palidez, perda de apetite, dores musculares, insônia, dores no peito, aumento de colesterol, cansaço, náuseas e transtornos mentais. É obtida através das ervilhas, feijões, fígado, gema de ovo, grãos germinados, lentilha, levedo, nozes e rapadura.

B12 (VITAMINA): cianocobalamina é seu outro nome. Também é produzida pela flora do intestino grosso, mas não é absorvida nesta condição. A B12 é essencial para o crescimento de replicação celular e atua na formação dos glóbulos vermelhos do sangue, na integridade das células nervosas da pele e na formação do DNA. Na medicina, ajuda a prevenir doenças neurológicas, trata a depressão e melhora a resposta imunológica nos idosos. A anemia é característica de sua carência. Está acompanhada por sintomas como cansaço, falta de ar, palidez, dores de cabeça, irritabilidade, predisposição à infecções, perda de memória, diarréia, redução da absorção de nutrientes e a inflamação na língua.

Cuidado: a deficiência de vitamina B12 pode provocar lesões irreversíveis do sistema nervoso causadas pela morte de neurônios. Suas principais fontes são a carne, o fígado, o leite e derivados.

Posts interessantes

Autor

André Vidal

André Vidal é fisioterapeuta, formado pela Universidade Gama Filho. É especializado em Osteopatia pela Escuela de Osteopatia de Madrid e em outras técnicas.

Nenhum Comentário

Publicar Comentário

CAPTCHA


A Vidal é uma empresa jovem que nasceu com um conceito inovador, tendo como objetivo promover um atendimento diferenciado e personalizado aos seus clientes.